terça-feira, 30 de outubro de 2012

Quem faz suas escolhas?



Por Mário Pires (*)

 
“E Deus criou o homem à sua imagem, semelhança... e lhes deu a dádiva do livre-arbítrio”, Gênesis 1:26. Calma! Não sou Teólogo. Essa é só uma breve avaliação sobre as suas, nossas, escolhas.

De acordo com o dicionário, a palavra livre-arbítrio, significa: substantivo masculino, decisão dependente apenas da vontade; alvedrio; vontade própria e independente; domínio ou poder absoluto. Porém, tal significado nem sempre tem influencia em nossas vidas. Algumas pessoas vivem sem o domínio sobre suas próprias decisões, permitindo que outrem determine seus passos. Mas afinal: quem faz suas escolhas?

O tempo, a idade e, às vezes, a maturidade não são garantias de que seremos independentes, donos dos nossos narizes. Em algumas ocasiões, verdadeiros cordões umbilicais não são cortados, ou até mesmo, passamos a viver sob as escolhas de outros, tipo: namorados/as, esposos/as, parentes e até mesmos amigos, quando esse último tem influência sobre a amizade. E aí, novamente pergunto: Quem faz suas escolhas?

Ainda segundo a Bíblia, uma das escrituras mais sagradas no mundo, que representa a Palavra de Deus, no “juízo final” - para quem acredita, “cada um responderá por seus atos”. Então por que, em alguns casos, pessoas vivem na “dependência” de ordens ou obrigações alheias? 

Chegamos a este mundo por intermédio de nossos pais, os quais buscam nos conduzir à sermos pessoas de bem, para que, adequadamente, na nossa maioridade, possamos ter a capacidade de administrar nossos atos. E por que isso muitas vezes não acontece?

Augusto Cury - médico, psiquiatra, psicoterapeuta e um dos escritores mais conhecidos no Brasil, quiçá do mundo – já que suas obras estão publicadas em mais de 60 países, “o destino não é frequentemente inevitável, mas uma questão de escolha. Quem faz escolha, escreve sua própria história, constrói seus próprios caminhos”. Mais uma vez pergunto: quem está fazendo a sua história? Quem está fazendo suas escolhas? Quem está escrevendo seus próprios caminhos?

Vivemos um mundo que nos impõe escolhas a todo instante. Passamos um dia inteiro com a obrigação de tomar tantas decisões, seja ela cotidiana, emocional, e/ou racional. Até ler esta crônica, você escolheu. Talvez o tema tenha lhe chamado à atenção, e a partir fizeste a escolha de ler. Pode ser que você não esteja gostando, mas, ainda assim, você escolheu.

Entretanto, escolher ler um texto é uma ação simples. Claro! Mas, e as principais decisões da sua vida? Quem tem as “rédeas” deste “livre-arbítrio”? Quem escreve a sua história? Quem toma a decisão de seus atos e atitudes? 

No âmbito racional, a maioria de nós, escolhemos seguir determinadas “regras” impostas pela sociedade. Mas há quem não queira seguir, a exemplo dos hippies que cultuam a “Paz e o Amor”, respeitando as questões ambientais, a natureza, a prática de nudismo e a emancipação sexual, fazendo assim, também, as suas escolhas. 

Emocionalmente, para Erich Fromm, filósofo e sociólogo alemão, “Somos uma sociedade de pessoas com notória infelicidade: solidão, ansiedade, depressão, dependência, etc”. Então, você se sente livre para fazer suas escolhas e diminuir essa tal a infelicidade diagnosticada por Fromm? Qual o caminho que você está seguindo? Você controla seu destino, ou controlam por você?

Para o publicitário Artur Bender, pós-graduado em Literatura Brasileira, com 20 anos de experiência, “quase tudo pode ser planejado (escolhido, digo eu). As duas únicas exceções são a morte e o amor”. Ou seja, todo o restante, você pode escolher.

Não quero fazer apologia à loucura. Não! Não vá sair pelado/a na rua gritando “eu sou livre e faço minhas escolhas!”. Calma! Isso é atentado ao pudor. Lembre-se, vivemos em sociedade. Nem diga depois que ler este texto “eu escolho ser rico”. Tenha bom senso. Isso não vai acontecer da noite para o dia. Mas se você escolher buscar esta riqueza, quem disse que não podes conseguir? Tente! Escolha o que acredita ser o melhor para você. Se der errado, você tentou. Se der certo, foram méritos da sua tentativa. A vida é assim. Erros e acertos. Basta escolher!

Muitas das vezes temos o medo e a dificuldade de enfrentar o passado e encorajar o futuro. O medo também é saudável. Só não podemos deixá-lo nos dominar. “Façamos do medo uma escada e do sonho uma ponte”, diz Fernando Sabino.  E fazendo minha, as palavras do meu xará, Quintana: “Não faças da tua vida um rascunho. Poderás não ter tempo de passá-la a limpo”. Pense nisso!

Faça suas escolhas! Bom dia e boa reflexão!

 (*) Gestor de Marketing, cronista, poeta e compositor

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Quando o amor lhe sorrir...

 
E quando o amor lhe sorrir,
o calor do tempo aumentar,
o vento: as folhas balançar,
fecha os olhos e o sente.
Absorve toda emoção,
envereda pelos caminhos
que a felicidade lhe conduz.
Sinta a leveza do corpo,
pois amar, é luz.


Use os melhores métodos
para poder vivê-lo.
Coragem é deixar fluir.
Retrair, é usá-lo e perdê-lo.
Da flor que vem o pólem
a rosa produz o bom perfume.
Amar, só para os que podem.
Medo, só para os que confundem.


Confundem que o amor se oculta
feito segredo em pergaminho.
Amor é muita luta. Mais felicidade no ninho.
E se os passos descompassados
não se alinharem a mil palavras proferidas
faz uma carta ao teu íntimo e contas teu passado,
dizes do que precisas, pois amar não é pecado,
e afinal, só tens apenas uma vida.


(Mário Pires)

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Flor da noite...

Na Bahia e em todo Brasil, a família Caymmi sempre foi considerada
um exemplo de musicalidade, registrada principalmente nas vozes
de Dorival Caymmi e seus filhos: Danilo, Dori e  Nana.

Atualmente, uma poesia musicada, é sucesso de
uma das minisséries mais famosas no mundo, Gabriela.
Tão famosa, que a Warner Bros é detentora dos direitos desta obra.

Flor da Noite, uma bela canção quando o " O universo vai ao léu
Verso do meu sonho... Flor da noite, carrossel"

Compartilho com vocês a doçura da voz, a leveza e a toda
emoção de Nana Caymmi nesta canção.

Tudo de bom!

(mp)



Flor da Noite
(Nana Caymmi)

Dorme, tudo dorme
Sobre o mundo cai o véu
Veste o infinito
Véu da noite, cai do céu
Se outro alguém te lembrar de nós dois
Não diz pra esse alguém
O que passou e ficou pra depois
Seja o que for além
De mim
Ninguém
Assim


Sonha, tudo sonha
O universo vai ao léu
Verso do meu sonho
Flor da noite, carrossel
Se outro alguém te lembrar de nós dois
Não diz pra esse alguém
O que passou e ficou pra depois
Seja o que for além
De mim
Ninguém
Assim

Que a felicidade te encontre logo




Que a felicidade te encontre logo
para que não fiques triste
e não derrames
mais uma lágrima sequer.

Que a felicidade te encontre logo
e traga-te de volta o sorriso, o mais lindo.
Pois ele sempre foi a expressão maior
da tua alegria.

Que a felicidade te encontre logo
e cubra teu coração de amor,
pois o amor cura qualquer dor
e o preenche dela, de felicidade.

Que a felicidade te encontre logo
e te faça cada vez mais feliz
por que a felicidade
é tudo o que você sempre quis.

Que a felicidade te encontre logo
e quando ela te encontrar,
torne teus sonhos reais,
mas peço que ela, a felicidade,
não se esqueça de mim.

[Mário Pires]

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Esperando o sino soar...


O que aconteceu? Não sei.
Tão intenso, angelical e desatino,
Sonho perfeito, eloquente deleito
mudou estradas, traçou destinos.

Mas quando o sol nasceu
num dia cinza de verão
o mundo mudou, o destino virou,
transformou a emoção.

A partida? Dolorosa.
Como quem corta parte do próprio corpo.
Perdido pensei: "E agora?"
"Vou acostumando pouco a pouco. E se demora?"

Num regresso meio embaralhado,
tendo no sonho uma nova aliança,
vem de novo o destino, sacode o menino
e desfaz a esperança.

O amor, outrora vivido,
desacreditado, desiludido
vai se esvaindo no caminho
por já não mais acreditar estar a sós.

E gravado na história,
que um passaporte não permitiu voar,
um dia me verás da tua sacada, na minha caminhada
esperando, de novo, o sino soar.

[Mário Pires]

Saber falar...


/http://pensador.uol.com.br/colecao/mariopires/

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Eu só preciso abraçá-lo...


Eu sei que Deus está comigo,
me protegento a cada instante.
Sou eu que não dou atenção
para sentir a presença Dele.


Eu sei que Deus ilumina os meus caminhos.
Sou eu que não abro os olhos para ver
o pontilhado da estrada.


Eu sei que Deus quer o meu bem.
Sou eu que não abro meu coração
para sentir todo o Seu sentimento de bondade.


Eu sei que Deus quer me ver feliz.
Sou eu que envergo para o caminho
da infelicidade, e complico as coisas.
 

Eu sei que Deus está ao meu lado.
Eu sei... Eu sei...
e eu só preciso abraçá-lo!

[Mário Pires]

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Um grande sorriso...


Um grande sorriso
é uma gargalhada
gostosa que o
tempo da meninice
não pode nos fazer perder.
E que ele seja sempre lindo,
engraçado e feliz!

A alegria deve transbordar,

junto ao olhar,
suspiros
das mais lindas
histórias de uma
infância leve,
contente e saudosa.

De uma pureza

doce e clara,
que faz o espírito
transcender
tudo aquilo que
de mais bonito temos:
o DOM DA VIDA.

Sendo assim,

desejo de coração,
pois dele vem
a mais nobre emoção,
de que sejas sempre
feliz e sorrindo.

[Mário Pires]


quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Você não será capaz...

Acesse no pensador: http://pensador.uol.com.br/colecao/mariopires
ou no Facebook

Tem coisas que...


Uma frase minha postada no página
do Facebook "A felicidade Me Pertence"
Clique AQUI e conheça mais.