segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Aos poucos...


Tudo vai tomando graça
Criando afeição
Ampliando sorrisos
Transpondo emoção.

Tudo vai ficando intenso
Vermelho, azul,... colorido.
De repente, o tempo mostra o sentido
Do Porque as pétalas caem da flor.

Vão-se as histórias,
Ficam as escrituras.
E toda parte mais pura
As estrelas ainda irão contar.

E de todos os fatos
Produzidos na imersão do viver,
Vou relendo os livros, dos contos vividos
Que ainda não pude escrever.

Aos poucos...
tudo volta a ser...
Como era antes.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Contrastes da Vida...





Por Mário Pires

“A ação do tempo em nossas vidas deixou a gente sem saber porquê... mesmo os mais fortes às vezes não encontram uma saída” - trecho inicial de “Contrastes da Vida”, canção inédita escrita por Chorão, líder da extinta banda Charlie Brown Jr.

O disco já está sendo considerado pelos críticos de música, o melhor da banda. Não pelo fato da morte de Chorão, mas pelo “amadurecimento” em suas canções, que relatam as dificuldades sentimentais que o ser humano passa no seu dia a dia.

Com uma melodia leve e sutil, esta canção trás reflexões com verdadeiros contrastes, demonstrando o momento “down”, pra baixo, em que Chorão vivia – desde a saudade do pai, relatada na música “Meu novo mundo”, inclusa também neste novo CD, bem como a separação com a esposa, o que, aparentemente, o fez afundar-se em meio à depressão, sucessoriamente, mais ainda nas drogas.

O que me preocupa nas novas letras deste CD, ainda inédito – que tem previsão de ser lançado agora em outubro, é a interpretação da vida que Chorão carregava consigo, já que em suas canções costumava transcrever sua vida, suas “verdades”, suas vitórias... a exemplo de quando diz “o melhor presente Deus me deu e a vida me ensinou a lutar pelo que é meu”.

Para quem curte a banda Charlie Brow Jr, inúmeras letras, construídas em centenas de frases, serviram de incentivo para momentos delicados da vida de cada um. Então, eis a minha preocupação: esse momento difícil da vida de Chorão, aplicado em suas letras do novo CD, poderão influenciar pessoas a entrarem em depressões ao ponto de se entregarem a elas, ou ao envolvimento com as drogas e, possivelmente, deixarem de acreditar que após a tempestade sempre vem o sol?

A frase “mesmo os mais sábios às vezes não encontram uma saída”, na minha opinião, descreve a entrega perfeita à desistência de viver, de seguir adiante,  de manter-se firme aos desafios que nos testam todos os dia.

Sou fã de carteirinha do Charlie Brown Jr, consequentemente de Chorão, mas sei perfeitamente, que o juízo das pessoas está cada vez mais volúvel aos momentos de altos e baixos em que são deparados constantemente. Vejo jovens depressivos ceifando suas vidas ou de outras, como por exemplo, Champignon - baixista da banda - que, numa atitude fora de controle, cometeu o suicídio poucos meses depois de Chorão ter sido encontrado morto, vítima de overdose.

É bem provável que a maioria dos jovens, com quem me preocupo, não esteja lendo este texto. Mas cabe aos pais, amigos e irmãos, que: cuidem dos seus, para que assim, juntos, possamos cuidar um pouco de todos. Pois, ainda acredito e quero passar para as pessoas que é “.. bom viver e como é bom sonhar”,  “que a vida cobra sério e realmente não dá pra fugir”, trechos positivos das canções de Alexandre Magno Abrão – o Chorão. Mas é preciso que cada um também acredite.

Aumentar a preocupação com os que estão mais próximos de nós, fará com que tenhamos pessoas melhores ao nosso redor. Conversar, esclarecer, pensar positivo, fazer aceitar e convencer de que, tudo passa. Se as abelhas passam por dificuldades, a espera da primavera para ampliar a sua polinização e a produção de mel, por que conosco não será diferente. Vamos passar por dificuldades sempre. Mas o importante é esperar, acreditar e enfrentar os contrastes da vida. Afinal, tudo passa.





Mário Pires – Gestor de marketing.


quinta-feira, 25 de abril de 2013

Pra não se sentir vazio.


Enquanto o tempo passa
nesse mundo tardio
ouço música, faço versos
tipo ondas do mar, um barquinho no rio.
Boa melodia nunca é excesso.
Muito melhor é cantar
pra não se sentir vazio.


Mário Pires
http://pensador.uol.com.br/colecao/mariopires/

sexta-feira, 15 de março de 2013

Dia da Poesia



Hoje passei para visitá-lo.
E lá, uma coroa de flores,
dava-lhe as felicitações do dia.
Feliz Aniversário Poeta!

Sem dar ouvidos,
De braço estendido,
como se recitasse a todo instante,
vi, na estátua, traços do semblante
de quem fez da vida pura poesia.

E também sem me dá atenção,
estendi também minha mão
E disse: Felicidades "irmão"
poeta mais querido da Bahia.
(Mário Pires)

À ti, minha homenagem.
14 de Março - Dia da Poesia
Aniversário de Castro Alves

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Um sentimento chamado Amor


Quando vejo seus olhares
Torno-me uma estrela no céu a brilhar. 
Onde a intensidade da luz representa
o tamanho da minha emoção,
porque emoção maior não há.

Meu peito dói, minha garganta arranha
Meus olhos ficam marejados e não consigo
conter as lágrimas que despencam por meu rosto.
Sinto-me pequeno diante de tanto sentimento
que, estando distante é saudade e perto é felicidade.

O tempo vai passar, mas nada aqui vai diminuir.
Porque o que existe aqui dentro
Não é apenas uma chama acesa.
É uma fogueira inteira queimando o mais puro
e verdadeiro sentimento chamado AMOR.

[Mário Pires]

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Desejo



Desejo a alegria do meu sorriso
A paz que necessito,
A beleza do meu olhar.
A sutileza da minha voz,
Expelir o que, em mim, é algoz
O jeito de me expressar.

Desejo o calor de um abraço
O suspiro em um amasso
Suavidade no gostar.
A alegria que contagia
O que faz de mim harmonia
O carinho ao despertar.

Desejo as palavras mais sinceras,
A verdade sempre se espera.
Um amor preenchendo o coração.
O doce exalar do perfume
Que adocica e o deixa imune
Recoberto de emoção.

[Mário Pires]