terça-feira, 7 de abril de 2015

DE CAMÕES AO AMOR



  
Por Mário Pires

"O amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói, e não se sente...", escreveu o poeta Luiz de Camões, possivelmente, em puro êxtase, tentando expressar a intensidade do sentimento, Amor. O detalhe da expressão, é que Amar é um sentimento que leva tempo para florir. É como um grão de feijão que, regado, cresce, floresce... e dá frutos. A beleza do amor é o tempo que ele leva para se formar. Amar é que nem um imenso rio, que começou de gota em gota, foi crescendo, conhecendo e traçando caminhos, superando pedras, obstáculos, curvas, secas... e, assim, se firma na natureza.

Realmente, concordo com o pensamento que diz que, muitas vezes, quando encontramos um novo amor, percebemos o porquê de os anteriores não terem dado certo. Mas o interessante de hoje em dia, é muitas pessoas, em pouco tempo, externarem este sentimento, sem realmente senti-lo de fato. Sem terem vivido a maior complexidade que ele exige. Porque Amar "é servir... é um cuidar..." do Amor, é claro.

Ainda tomando por base o Soneto, quando Camões diz "... É ter com quem nos mata, lealdade... como causar pode seu favor, nos corações humanos amizade, se tão contrário a si é o mesmo Amor?", quer dizer, em minha opinião, que Amar, antes de tudo, é amar-se primeiro e depois às pessoas ao seu redor. Por que "amizade é o amor que nunca morre", como lindamente destacou meu xará, o Quintana.

Por fim, acredito que o uso da expressão Amor, em pouco tempo, não deve ser amor: é apenas modismo. Porque Amar, em algumas ocasiões, sim, é moda.

O amor é singular, é flor com pétalas e espinhos. Amor é atitude, não somente palavras que o vento leva. O amor é saboroso em dedicação, como a abelha que se entrega completamente para produzir o mel. É como a chuva que acalma o sertanejo à espera da água. É como criança chorando por um carinho, ao sentir medo da noite. O amor é o tempo, mantendo o céu aberto para contemplarmos as estrelas. O amor é o sol, que ilumina o nosso dia, nos dando prazer em viver, sem nos cobrar nada.

Que o puro e verdadeiro sentimento do amor entre nos corações de cada um. E que o tempo, senhor de tudo, nos conduza ao que é pleno e perfeito. Rumo à felicidade, banhando-se numa praia, repleta de ondas, recheadas das mais lindas espumas esbranquiçadas, cor da Paz, cor do Amor.

* * *
Se já conheces, não custa ler novamente. Se não conhece, então confira na íntegra um dos Sonetos mais lindos do mundo... http://www.citador.pt/poemas/amor-e-um-fogo-que-arde-sem-se-ver-luis-vaz-de-camoes


segunda-feira, 6 de abril de 2015